Entrevistas

 

Carlos MInc

? preciso pensar antes de consumir

Data: 24/06/2009

Por: Redação TN / Akatu

 

O Ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc fala ao Instituto Akatu sobre a campanha “Saco é um saco”, que pretende mobilizar o consumidor para reduzir o uso de sacolas plásticas no Brasil. Leia na íntegra a entrevista, que reproduzimos aqui.

Mario Menezes

SLAPR é a principal saída para conter a devastação produzida pela pecuária

Data: 16/06/2009

Por: Amazonia.org.br 

 

Dois estudos — "A hora da Conta", da Amigos da Terra - Amazônia Brasileira, e "A Farra do Boi", do Greenpeace —, analisaram os impactos da pecuária na Amazônia.  Ambos afirmaram que os grandes investimentos de bancos públicos são os principais fomentadores de uma das principais responsáveis pela devastação da floresta. Como consequência, o braço para setor privado do Banco Mundial , o IFC (International Finance Corporation ), cancelou contrato de financiamento do frigorífico Bertin, o maior exportador de carne do Brasil e segunda maior empresa do setor no mundo. O Amazonia.org.br fez um entrevista com Mário Menezes, diretor adjunto da Amigos da Terra- Amazônia Brasileira, que traça um panorama da pecuária na região e analisa o Sistema de Licenciamento Ambiental de Propriedades Rurais (SLAPR), segundo ele a principal saída para se conter a devastação.

 

Maria José Guazzelli

Brasil é o maior consumidor de agrotóxicos agrícolas

Data: 12/06/2009

Por: IHU Online

 

Em entrevista concedida ao IHU Online, a pesquisadora Maria José Guazzelli afirma que genes de plantas geneticamente modificadas são transferidos para bactérias intestinais humanas. No caso dos cultivos Bt, ressalta, "nos quais toda a planta é transformada num agrotóxico pela transgenia, se os genes Bt forem transferidos, eles poderiam fazer nossas bactérias intestinais tornarem-se fábricas vivas de agrotóxicos". Com isso, destaca, aumenta a probabilidade de os transgênicos serem responsáveis por doenças toxológicas.

Gilles Ferment

"Não se sabe onde há soja transgênica e não-transgênica plantada?

Data: 20/05/2009

Seis países europeus utilizam uma cláusula na lei que libera a produção e consumo de alimentos geneticamente modificados e proíbe o plantio do milho MON 810. A decisão aumenta o debate sobre transgênicos, principalmente a expansão desses alimentos e as políticas que tratam da segurança alimentar. “Considerando que a Europa é um grande importador transgênico, a proibição vai causar impacto grande nos exportadores, como Estados Unidos, Argentina, Canadá e Brasil. Aliás, esse é o impacto mais importante da proibição do milho na Europa”, diz o biólogo francês Gilles Ferment. Ele concedeu entrevista à IHU On-Line.

Cristovam Buarque

"O Brasil é um grande crematório de cérebros e florestas"

Data: 19/05/2009

Idealizador da Vigília pela Amazônia, realizada no Senado na semana passada, o senador Cristovam Buarque (PDT/DF) concedeu entrevista exclusiva à Fabíola Munhoz, do site Amazonia.org.br, em que fala sobre a necessidade da implantação no Brasil de uma educação que conscientize as pessoas sobre a importância de se manter a floresta em pé. Também ex-ministro da Educação, durante o primeiro mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Buarque falou sobre o problema do analfabetismo no país, de suas propostas para a valorização da cultura indígena e a melhoria do sistema educacional, com respeito à diversidade e inclusão de noções sobre meio ambiente.  Confira.

Nestor Goulart Reis

Pesquisador diz que é preciso entender o Brasil urbano

Data: 06/05/2009

 

 

Por: Fábio de Castro, Agência Fapesp 

 

 

Professor titular da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAUUSP), o urbanista Nestor Goulart Reis é um dos principais pesquisadores da urbanização dispersa, um fenômeno mundial que ainda começa a ser estudado. Nesse tipo de urbanização, novos bairros surgem longe do centro da cidade e se espalham em diferentes formas, que vão desde condomínios de luxo até favelas no entorno de estradas. Reis coordenou o Projeto Temático “Urbanização dispersa e mudanças no tecido urbano. Estudo de caso: Estado de São Paulo”, apoiado pela Fapesp e encerrado em 2008. Em entrevista à Agência Fapesp, que reproduzimos aqui, o urbanista explica a origem dessa nova forma de ocupação do solo e alerta para suas consequências: a dispersão urbana como uma “fábrica de favelas”.



Caderno de Sustentabilidade



Caderno de Sustentabilidade

Download

Twitter-logo Siga no Twitter!

Facebook_icon Siga no Facebook!

Busca:









Parceiros