Tn Sustentável - Ambientalista quer áreas de proteção para campos naturais da Serra do Mar


Notícias

Ambientalista quer áreas de proteção para campos naturais da Serra do Mar

Data: 18/04/2018 16:08

Por Redação/ Assessoria

O Instituto Brasileiro de Proteção Ambiental (Proam) encaminhou hoje pedido ao governador do Estado de São Paulo, Márcio França, e ao secretário de Meio Ambiente, Maurício Busadin, de medidas urgentes visando à proteção dos remanescentes de ecossistemas naturais, especialmente nas regiões onde se encontram as nascentes que abastecem importantes mananciais de água, com a represa Billings.

Os ambientalistas querem a criação de uma Área de Proteção Ambiental (APA) dos campos naturais da Serra do Mar, que garantem a umidade necessária ao abastecimento de reservatórios de água tão importantes para os moradores de São Paulo.

Segundo Carlos Bocuhy, presidente do Proam, a exemplo dos chamados “rios voadores”, que carregam a umidade das florestas do Amazônia para o interior do continente, os “ventos alísios” trazem a umidade do Atlântico, formando na serra do Mar as chuvas que caem nos campos naturais no início do planalto de Piratininga.  Essa verdadeira "esponja natural", nos cimos da serra, é essencial para prover água para o reservatório Billings, entre Paranapiacaba e o município de São Bernardo do Campo.

“O primeiro passo é o governo estadual realizar estudos mais profundos sobre a influência e a área de abrangência da penetração da umidade do Atlântico que garante, com a neblina, garoa e chuva, a vida dos mananciais e o abastecimento de São Paulo”, afirma Bocuhy. Em seguida, criar as áreas de proteção desses campos.

“A degradação ambiental progressiva poderá, em futuro próximo, levar à perda de importantes atributos naturais. Esta região será mais fácil de ser protegida pelo fato de encontrar-se em área limítrofe ao Parque Estadual da Serra do Mar e dentro da área de proteção dos mananciais da represa Billings”, afirma o ambientalista.

Ele argumenta que a Constituição prevê a proteção dessas regiões. O artigo 225, conforme Bocuhy, diz que “todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao poder público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações”.  A Constituição determina ainda que cabe ao setor público “preservar e restaurar os processos ecológicos essenciais e prover o manejo ecológico das espécies e ecossistemas”.

Sobre o Proam

O Instituto Brasileiro de Proteção Ambiental (Proam) é uma organização não-governamental que estimula ações e políticas públicas com a finalidade de tornar o ambiente saudável, principalmente em grandes áreas urbanas. Fundada em abril de 2003, a ONG é presidida pelo ambientalista Carlos Bocuhy (conselheiro do Conselho Nacional do Meio Ambiente - Conama).

Desde sua fundação, o Proam tem trabalhado em defesa da boa normatização e indicadores ambientais para a elaboração de políticas públicas, realizando diagnósticos ambientais, vistorias, denúncias e cobrança de soluções e da eficácia na atuação dos órgãos competentes. Além disso, a ONG desenvolveu a campanha ambiental "Billings, Eu te quero Viva!" e o programa Metrópoles Saudáveis. Este programa, atualmente em andamento, é coordenado pelo Proam e apoiado pela Organização Mundial de Saúde (OMS).





Printer Versão para impressão
Rss_old RSS
Newspaper_link Assine a newsletter
User Envie para um amigo



Notícias relacionadas



Caderno de Sustentabilidade



Caderno de Sustentabilidade

Download

Twitter-logo Siga no Twitter!

Facebook_icon Siga no Facebook!

Busca:









Parceiros